segunda-feira, 12 de novembro de 2018

Aberta oficialmente a 5ª edição do Projeto Tenda Itinerante – Transpetro na Comunidade


A abertura oficial da 5ª edição do Projeto Tenda Itinerante - Transpetro na Comunidade, aconteceu no dia 9 de novembro no auditório do Clube Sargento Expedicionário Geraldo Santana em Tramandaí. Estiveram presentes na abertura, Joanito José Borges (subprefeito da comunidade de Santa Luzia de Osório), Márcia Braz (representando a secretaria de educação de Imbé), e Alvanira Ferri Gamba (secretária de Educação de Tramandaí). Representando a Transpetro, esteve a responsável pela Comunicação do Terminal de Osório, Cristiane Sangoi Klüsener. 

O evento foi marcado pelo entusiasmo e participação de professores e alunos das 12 escolas convidadas dos municípios de Imbé e Tramandaí.

Léo Berlese, diretor da Pulga Promoções e Consultoria explicou que o projeto vem contribuindo com a valorização da imagem e do relacionamento da Transpetro com as comunidades do entorno de suas instalações. Acredita- se que a realização do projeto estará contribuindo para estreitar e aumentar as parcerias com instituições do primeiro, segundo e terceiro setor, que compartilhem com os conceitos norteadores do projeto, e assim, contribua para o envolvimento de um maior número de pessoas beneficiadas.

Após a apresentação realizada por Léo Berlese, subiu ao palco para animar os presentes o “rapper Sustenta”. Estimulando os alunos e professores a cantarem o “Rap da Sustentabilidade”. 
Com os refrões:
A consciência é...  sustentabilidade!
Diga não, diga não, diga não a poluição!
Diga sim, diga sim, sustentabilidade pra você e pra mim.

Depois deste momento descontraído com o “rapper Sustenta” o coordenador do Projeto Taramandahy e ecólogo Dilton de Castro fez a palestra de abertura. Com o propósito de integrar alunos e incentivar o exercício da cidadania aliado à conservação ambiental. Dilton procurou demonstrar as diversas ações do projeto Taramandahy que está em sua 3ª fase. Em sua apresentação ressaltou as ações propostas para a bacia hidrográfica do litoral norte, refletindo em uma demanda social e ecológica. Dilton salientou em sua apresentação a importância da preservação da Água, fazendo com que os alunos tivessem o primeiro contato com o tema principal da “Gincana da Sustentabilidade de 2019”.

Para encerrar as atividades do dia 9 de novembro, o “rapper Sustenta” seguiu empolgando os mais de 300 participantes entre alunos e professores, que já haviam decorado o refrão do rap. Foi escolhido um representante de cada escola para subir ao palco e cantar uma parte do rap. Cada representante recebeu de presente uma camiseta do Projeto da Tenda Itinerante – Transpetro na Comunidade.

A importância do projeto no âmbito escolar também foi lembrado pela professora Maria de Lourdes, da Escola Nossa Senhora das Dores de Tramandaí, “o projeto da Tenda Itinerante da Transpetro, ajuda a rever alguns conteúdos que vemos em sala de aula. É muito importante para os alunos valorizarem o meio ambiente onde vivemos”.

Segundo a professora Nora Lia da Escola Norberto Martinho Cardoso de Imbé, que participou do projeto em 2017, “sou entusiasta da Gincana da Sustentabilidade da Transpetro pois melhora demais a educação das crianças, ajudando a ampliar o pensamento, a compreensão e a concentração das crianças”.

Para a professora Camile, da Escola Estadual Menino Manoel Luiz de Tramandaí, “a palestra sobre os cuidados com a barra do Rio Tramandaí, foi muito importante para reforçar os conteúdos trabalhados em sala de aula. Os alunos gostaram muito e estão empolgados para participarem da Gincana da Sustentabilidade a partir do próximo ano.”.

“Gostei muito da apresentação do projeto, espero poder participar da gincana no próximo ano”, foi a promessa do aluno Felipe, da Escola Norberto Martinho Cardoso de Imbé.

Já para Pedro Henrique, aluno da Escola Menino Manoel Luiz de Tramandaí, “o que mais gostei na abertura do projeto foi sobre a importância de cuidarmos da água”.

A manhã foi recheada de aprendizado e conhecimentos, fica a promessa de um grande empenho e participação de alunos e professores na Gincana da sustentabilidade em 2019.

Acompanhe as ações do projeto pelo blog: http://tendaitinerante.blogspot.com.br/ e pela Fan Page: https://www.facebook.com/tendaitinerante/







sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Abertura da quinta edição do Projeto Tenda Itinerante – Transpetro na Comunidade

A abertura oficial da quinta edição do Projeto Tenda Itinerante – Transpetro na comunidade  está marcada para o dia 9 de novembro (sexta-feira) às 9h no Auditório do Clube Sargento Expedicionário Geraldo Santana, localizado na avenida da Igreja, nº 900, em Tramandaí.

A Tenda Itinerante V é um projeto que incentiva a prática do lazer em todas as suas vertentes, em especial a do lazer como instrumento de educação, de inclusão e de desenvolvimento pessoal. Valoriza as escolas e as comunidades vizinhas, contribuindo para a criação de valor compartilhado para a Transpetro.

O projeto contribui para o aumento da percepção de valor compartilhado para a Transpetro a partir do incentivo aos movimentos emergentes ligados às práticas educacionais e de lazer no território que está instalada. A Tenda Itinerante V, em função do sucesso alcançado nas edições anteriores, propõe a realização de duas grandes ações. A primeira estimula através de oficinas, a aprendizagem para um público alvo morador de bairros adjacentes a Transpetro nos municípios de Imbé, Osório e Tramandaí, e protagoniza também, o exercício do desenvolvimento pessoal e social através de práticas educacionais e de lazer.

Em uma segunda ação, oportuniza-se uma ampliação da Gincana da Sustentabilidade para público estudantil, disseminando o conceito e atitudes relacionadas à sustentabilidade. A realização do projeto com este formato, vem contribuindo para estreitar e aumentar as parcerias da Transpetro  com instituições do primeiro, segundo e terceiro setor que compartilhem os conceitos norteadores do projeto.





segunda-feira, 29 de outubro de 2018

Projeto Tenda Itinerante – Transpetro na Comunidade - 5ª Edição

O projeto da Tenda Itinerante, patrocinado há cinco anos pela Transpetro, está em sua 5ª edição, que acontece de outubro de 2018 a outubro de 2019, nos municípios de Imbé, Osório e Tramandaí, no Rio Grande do Sul.

O objetivo do projeto é disseminar a cultura de responsabilidade socioambiental através de práticas educacionais junto às comunidades do entorno das instalações da empresa, conscientizando e mobilizando os atores da comunidade para práticas sustentáveis de inovação social, geração de renda e preservação ambiental. Nesse sentido, foram delimitados dois eixos principais para execução projeto: Oficinas Comunitárias e Gincana da Sustentabilidade.

As oficinas são gratuitas e direcionadas para moradores dos bairros adjacentes ao Terminal de Osório e suas instalações marítimas em Imbé e Tramandaí. Duas oficinas técnicas contribuem com a geração de renda e capacitação da comunidade:  Programa Especial Mulheres do campo", realizada em parceria com o Serviço Nacional  e Aprendizagem Rural (Senar/RS) e o Sindicato Rural de Osório; e "Hortas Urbanas", ministrada pelas equipes do Senar e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater/RS).

Além das oficinas técnicas, são realizadas oficinas sobre inovação social, preservação ambiental na barra do Rio Tramandaí e cuidados que devemos ter com a água, com estudantes das escolas de Imbé, Osório e Tramandaí. Estas atividades complementares de aprendizagem expandem o conceito de sustentabilidade para além da vida escolar. A partir delas os alunos elaboram e executam projetos de inovação social em suas comunidades.

O segundo eixo do projeto é a Gincana da Sustentabilidade que, neste ano, tem como tema a Água como bem comum. Doze escolas da rede municipal de ensino de Imbé e Tramandaí participam da gincana. Cada instituição é representada por uma equipe  formada por alunos do 4º e 5º anos, com idade entre 10 e 12 anos. Por meio de desafios apresentados nas tarefas, eles aprendem conceitos de sustentabilidade desenvolvem soluções sustentáveis, envolvendo suas escolas, famílias e a comunidade onde moram. 

Todos os alunos integrantes das equipes recebem um livro de literatura infanto-juvenil. As três escolas com maior pontuação na gincana recebem prêmios como impressora, projetor multimídia e bolas esportivas, e os alunos, medalhas, bonés e kits escolares. A programação e o acompanhamento dos eventos da Tenda Itinerante V - Transpetro na comunidade está disponível no site www.tendaitinerante.blogspot.com.br

quinta-feira, 6 de julho de 2017

Oficina sobre Horta Escolar - Escola Municipal Santa Madalena em Gravataí

Na manhã do dia 6 de julho (quinta-feira), o Projeto da Tenda Itinerante - Transpetro na comunidade, ofertou uma oficina sobre Horta Escolar na Escola Municipal Santa Madalena, localizada na Estrada do Rincão, em Gravataí. Foram doadas para Escola novas ferramentas e mudas para a continuidade  e produção da horta.

A oficina foi ministrada em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural  (Emater/RS Ascar) de Gravataí. Que esteve representada pelo técnico agropecuário Fábian Antunes Del Valle e a extensionista da Emater/RS-Ascar Veroni Rauber, que ressaltou para os alunos a importância de se alimentar e cuidar bem dos alimentos. Já Fábian, orientou os alunos do quarto e quinto ano com a ajuda do "Seu José", que cuida e mantém a pequena horta da Escola. 

A composteira estava desativada, e com algumas dicas e orientações do técnico da Emater, foi reativada e montada com ajuda dos alunos. Fábian também explicou a importância da composteira para horta e da separação do lixo, que servirá junto com folhas, serragem, sobras da cozinha entre outros resíduos orgânicos colocados para degradação na composteira.

Com os canteiros preparados, foram plantadas novas mudas de alface e rúcula que serão servidas no almoço dos alunos futuramente. Os alunos estavam muito entusiasmadas e empolgados em poder plantar e saber um pouco mais sobre os cuidados com a Horta da Escola.

Algumas dicas sobre como afastar as formigas dos canteiros também despertaram a curiosidade dos alunos, que já sabem como fazer para afastá-las para que procurem alimento em outros locais e não na horta.

Foi uma manhã muito produtiva, em que a oficina proporcionou aos alunos uma aula prática, com uma atenção especial dada pelas professoras e pelo corpo diretivo da Escola que foi muito receptivo e deixou as portas abertas para novas ações.